O método de queratina divide-se em duas técnicas: a técnica rolinho e a técnica envelope. A técnica de rolinho é menos confortável, pois não respeita a direção do crescimento do cabelo, causando mais desconforto no couro cabeludo. O seu formato em rolo confere uma maior percepção ao toque do que se tiver achatado.
Por outro lado, na técnica envelope (utilizada na MYOS®) as queratinas ficam num formato achatado, ultraleve e fino, respeitam a direção do crescimento do cabelo e, por isso, são mais confortáveis e impercetíveis.