Perguntas Frequentes


Os seguintes cartões que são aceites pela MYOS®: Visa e MasterCard

– Hidratar sempre o cabelo com máscara e sérum.
– Não lavar o cabelo de cabeça para baixo, pois as extensões podem embaraçar umas nas outras.
– Pentear o cabelo, preferencialmente, com uma escova própria.
– O nosso cabelo possui uma queda natural diária de 50 a 100 fios, que vão ficando acumulados nas queratinas em simultâneo com o crescimento do cabelo. Os fios que caem não têm como se libertar e ficam presos nas queratinas formando rastas duplas, triplas, quadruplas (ou mais). Para evitar este acontecimento, é necessário, durante o banho, separar as extensões. Neste processo, é natural ouvires um ruído que, contrariamente ao que se pensa, não parte o cabelo, mas separa os fios que caíram das extensões vizinhas. A formação de rastas unitárias é normal em qualquer método de colocação.
– Como as nossas extensões são de cabelo natural podes pintar. Contudo, as queratinas podem tornar-se porosas e podem-se soltar fios de cabelo, se a tinta utilizada for muito agressiva junto destas. Alguns exemplos de processos agressivos são a descoloração e o shampoo silver/roxo (este só se deve deixar atuar a partir do meio do cabelo, até às pontas).
– Sempre que fizeres brushing, tem cuidado para não dar com o secador ou outros aparelhos na zona das queratinas, para estas não deslizarem.
– Ter o cuidado de prender o cabelo, quando em contacto com águas com cloro e salitre, pois estes também alteram as características da queratina.

Existem 3 métodos de colocação de acessórios: Tic-Tac, Micro-anel com argola e Queratina.
Cada método tem as suas vantagens e desvantagens, sendo escolhido consoante a necessidade
da cliente.

Tic-Tac: Não necessita de manutenção e pode ser posto em qualquer zona da cabeça. Não escorrega facilmente porque possui uma banda de silicone. Ideal para os acessórios mais frágeis terem uma grande longevidade. A principal desvantagem é a dimensão do tic-tac.
Em cabelos finos, deves usar o tic-tac abaixo da linha da orelha para que não fique visível.

Micro-anel com argola: Colocas e tiras o teu acessório sempre que quiseres, em qualquer altura. Ideal para os acessórios mais frágeis terem uma grande longevidade. Em cabelos muito finos os acessórios têm maior tendência a escorregar com facilidade, tendo a queratina a função de eliminar esse escorregar. A desvantagem é na escovagem e na manutenção serem mais difíceis de retirar. Necessita de uma máquina de extensões para colocar e de dissolvente de queratina para retirar.

Queratina: Método mais impercetível. Não escorrega se for colocado devidamente, segundo as nossas instruções. Ideal para as tranças sintéticas (podem durar anos, mesmo de forma fixa) e para quem gosta de ter sempre o acessório posto no cabelo. A desvantagem é na manutenção serem mais difíceis de retirar. Necessita de uma máquina de extensões para colocar e de dissolvente de queratina para retirar. Nos acessórios com penas fixas, estas
podem durar até seis meses, mesmo com as lavagens.

As extensões de cabelo poderão ser colocadas de forma permanente ou de forma não permanente.
Existem 10 métodos de colocação permanentes: 5 métodos individuais e 5 métodos de banda.
Os métodos fixos individuais são: Nó italiano, Micro-anel, Trança brasileira e Queratina (que se divide em duas técnicas: Rolinho e Envelope). Destes métodos, o mais aconselhado para cabelos caucasianos e orientais é o método de queratina, mais especificamente com a técnica envelope. O mais aconselhado para cabelos afro-americanos é o Nó Italiano.
Os métodos fixos em banda são: Tissagem, Banda dupla face, Banda com micro-anel, Banda Ponto Americano com Nó Italiano e Banda Ponto Americano Fio a Fio.
Existem ainda 2 métodos de colocação não permanentes: Easy Hair e Banda em Tic-Tac.

Se apenas quiseres dar volume, até com uma extensão isso é possível. Se tiveres disponibilidade de visitar uma das nossas lojas, mostraremos a grossura de um conjunto de 25 extensões para veres o resultado, tendo assim maior precisão de quantas desejas. Quantas mais colocares, mais volume darás ao cabelo.
Nota: um cabelo que leve extensões para alongar, automaticamente ganha volume a cada extensão que coloque.

Não. Uma vez que as nossas extensões são de cabelo humano, poderás utilizar os mesmos produtos que colocas no teu próprio cabelo. Recomendamos apenas um sérum para hidratar as extensões e uma boa máscara.

À partida não terás de desfrisar. A MYOS® disponibiliza extensões onduladas que poderão ir de encontro à textura do teu cabelo. Poderás disponibiliza extensões onduladas que poderão ir de encontro à textura do teu cabelo. Poderás passar numa das nossas lojas, para que possamos comparar ambas as texturas.
Caso encontres noutro local extensões encaracoladas iguais ao teu cabelo, poderás adquirir e colocá-las com as nossas profissionais, com a técnica envelope.

Sim podes, embora nesta condição só recomendamos mesmo colocar extensões connosco, uma vez que temos uma vasta experiência com este tipo de cabelo. Uma colocação inadequada, acaba por danificar o pouco cabelo que a pessoa possui, daí não ser recomendado pelos dermatologistas. Infelizmente, vemos diversas clientes com extensões colocadas noutros sítios (por ainda não nos conhecerem) que realmente não respeitam em nada
as regras de colocação.
O método que utilizamos para colocar as extensões não repuxa os fios de cabelo. As extensões têm sempre algum peso e, por este motivo, adaptamos o peso da extensão à densidade do cabelo da cliente através de mini-mechas ou ¼ de extensão. Assim, não provoca danos no couro cabeludo nem desconforto.